Blog

Confira as últimas notícias.

Conheça a importância do corretor de imóveis

Conheça a importância do corretor de imóveis

A profissão completou 55 anos de regulamentação e o profissional precisa estar em constante adequação às exigências do segmento imobiliário

Quando alguém precisa comprar ou alugar um imóvel vem logo à mente procurar um corretor de imóveis, não é mesmo? Mas será que as pessoas sabem realmente o papel desse profissional? De acordo com a Lei número 4.116, de 27 de agosto de 1962, a categoria foi regulamentada permitindo o exercício da profissão de Corretor de Imóveis ao possuidor de título de Técnico em Transações Imobiliárias. As competências desse profissional foram descritas do Artigo 3º, afirmando que “compete ao Corretor de Imóveis exercer a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis, podendo, ainda, opinar quanto à comercialização imobiliária”.

Segundo informaçõeIMG_20170823_085219257_HDRs do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci), o número de imobiliárias registradas no Brasil ultrapassa a marca de 40 mil unidades. Com tantas opções o cliente deve ficar bem atento antes de confiar seu imóvel nas mãos de uma imobiliária. O primeiro passo é verificar se o profissional em questão está inscrito no CRECI, o órgão regulamentador da profissão, e se a identificação está em dia. É importante verificar nas redes sociais os relatos das pessoas com relação à credibilidade o ao atendimento dessa empresa ou do corretor.

O que se vê na prática é que muitas vezes esse profissional é substituído pelo dono do imóvel, que acredita estar economizando por não ter que pagar a comissão à outra pessoa. É nesse momento que o barato pode sair caro! Isso porque, no geral, a contratação de uma empresa especializada não apenas facilita o processo de compra, venda ou locação, como também garante uma negociação mais rápida e segura. Mesmo com 5% do dinheiro da venda indo para a comissão, o vendedor evita dores de cabeça na hora de encontrar compradores e arrumar toda papelada, por exemplo.

E foi justamente para evitar ter dor de cabeça que o médico aposentado Marcos Silveira, decidiu contratar uma imobiliária para vender seu apartamento. “Nessa crise que o país está passando a gente tem que ter responsabilidade com o nosso patrimônio. Por isso, quando decidi vender um dos meus imóveis busquei indicações de uma boa imobiliária, que tivesse credibilidade e uma boa cartela de clientes. Isso foi importante demais, pois eu sabia que o processo de compra e venda pode ser burocrático, mas a imobiliária buscou clientes que não gerassem entraves na negociação”, pontua.

Para Susiany Liberato, diretora da Imobiliária Liberato, que está instalada em Caruaru há 16 anos, é importante que os corretores estejam cada dia mais capacitados. “Na busca de facilitar o processo de negociação de compra ou aluguel de um imóvel há questões jurídicas e financeiras que a grande maioria das pessoas desconhece. Nesse momento, o corretor de imóveis deve estar devidamente capacitado para auxiliar as partes nesse trâmite e solucionar os problemas que eventualmente surgirem”, alerta a empresária.

Texto: Sandra Silva

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *